Voltar para indice

Referencias

Moradia unifamiliar em Erlenbach


Nesta casa unifamiliar, a combinação entre uma construção sólida com ThermoShield Exterieur e o aquecimento infravermelho com ThermoShield Interieur garantem um menor consumo energético do que a casa do vizinho que tem um "valor U" muito "melhor".
 

 

O sensor de medição da temperatura do ar no ambiente, não exibe a medição real, e sim um valor mais alto. Isso acontece porque ele é igualmente afetado pelo radiante e, portanto, é aquecido.

Quando se trata de processos de radiação, a teoria do valor-U está simplesmente fora do seu ambito. Contribui apenas para confundir e diluir, em vez de fornecer um contributo explicativo deste modelo. Isso ocorre porque a natureza dos processos de radiação são alheios à teoria do valor U.

A temperatura interna do ar não é o fator determinante quando se trata de processos de IV. Neste caso trata-se de física de radiação na faixa de comprimento de onda em torno de 10 microns e nomeadamente nos seguintes casos:

  • • superfícies revestidas com tecnologia de membrana termocerâmica (reflexão IV)
  • • aquecimento com sistemas de aquecimento de acordo com o princípio da radiação de calor (aquecimento por infravermelhos)
  • • a combinação de aquecimento infravermelho com revestimento refletivo IV

Através da combinação do aquecimento por InfraVermelhos com o revestimento ThermoShield, os residentes da casa da família em Erlenbach alcançaram um alto nível de eficiência energética devido ao conforto (temperaturas superficiais mais altas, mais simetria de temperatura), aquecimento mais rápido, arrefecimento retardado - tudo isto com um valor U "pior" do que na casa vizinha.

Desde 2015, pode ler-se em www.thermoshield-farben.de: "Para o período de março de 2008 a março de 2014, ficou demonstrado que os custos de aquecimento estão em € 450 por ano mais baixos, quando comparado com uma casa passiva de acordo com EnEV2009. 30% menos custos de aquecimento, 20% menos custos de construção, 50% menos custos de manutenção. "Isso contradiz a teoria do valor U, mas essa é a realidade verificada.”

Trata-se de uma casa unifamiliar. A construção da parede consiste em 24 cm de betão poroso, por dentro e por fora tem estuque com 3,0cm no total que foi revestido no interior e no exterior com ThermoShield (ou seja, por fora com ThermoShield exterior e por dentro ThermoShield interieur).

É aquecido com painéis radiantes IV (infravermelhos), que consomem primáriamente a "maldita" energia eléctrica e criam um melhor conforto térmico do que qualquer aquecimento por convecção.

O aquecedor de infravermelho que aqui foi instalado, em conjunto com o revestimento refletivo ThermoShield IV cria o máximo de conforto e de custo-benefício. Para o período de março de 2008 a março de 2010 os custos de aquecimento foram comprovadamente inferiores em 450 € por ano.

Ao mesmo tempo, a avaliação dos resultados das medições levam a teoria do valor U ad absurdum. Está comprovado analiticamente e metrologicamente que o chamado valor-U como medida primária da necessidade de energia de aquecimento é um produto de fantasia.

A base para a avaliação é um protocolo de 2011 sobre as medidas do valor U das paredes externas de várias casas unifamiliares com diferentes modos de construção das paredes. As medições realizadas comprovam a influência positiva do ThermoShield interieur e do ThermoShield exterieur na resistência térmica das paredes externas.

A tarefa das medições foi a de comprovar a influência positiva do ThermoShield nas paredes externas com diferentes tipos de construção das paredes. Para além disso, pretendia determinar-se o comportamento de arrefecimento, bem como a fase de aquecimento do ar e da temperatura da parede.

Os locais de medição foram duas moradias isoladas com diferentes tipos de construção das paredes. Medido no lado oeste da casa a uma altura de cerca de 3-5m. Todas as medições foram em grande parte sujeitas às mesmas condições com uma diferença de temperatura entre o interior e o exterior de cerca de 15 ° C. Foram usados o instrumento de medição TESTO 635 e o sensor PT100. A estrutura da parede da casa vizinha consiste em 36,5 cm de betão poroso, o valor U aqui é em média de 0,30 W / m²K, como é descrito pelo fabricante no seu folheto.

As medições foram feitas a partir de 20.02.2010 17:30 horas até 21.02.2010 9:00 horas em diferentes medições na sala e na rua:

  • • temperatura do ar interior no interior
  • • Temperatura do ar exterior
  • • temperatura da superfície da parede dentro
  • • "valor U"
  • • RH [%]; provável humidade relativa na rua
  • • Mat [%], a humidade do material em local desconhecido

Aqui, entre outros, é preciso perguntar de seguinte modo: O que é medido? É realmente a temperatura do ar da sala? As temperaturas da superfície da parede aumentam porque o aquecedor de IV emite radiação de calor. Neste caso a radiação primária é complementada pela radiação secundária. Esta é a razão pela qual até mesmo superfícies de parede ocultas que não estão dentro do cone direto do aquecedor, por exemplo atrás de um sofa, também aquecem.

Downloads:

Referências

 

Certificados e Prémios