Voltar para indice

Referencias

Moradia em Portugal


Após o revestimento por dentro com o ThermoShield Interieur aumentaram rapidamente as temperaturas da superfície das paredes e dos tetos, e também se reduziu a humidade no ar e nas paredes.
 

 

Para a avaliação dos resultados da medição, o Sr. Drauth correspondeu com um especialista em construção de Berlim. Tratava-se da questão da adequação da teoria do valor-U: "Só posso concordar consigo no que descreve em termos do valor-U. A pergunta é: Porque é que se sente maior conforto com o ThermoShield com menos temperatura de ambiente, ainda que era suposto que o perfil de temperatura na estrutura da parede deveria ser pior? Ao pintar metade do teto, eu percebi logo o efeito, claramente tinha deixado de haver uma radiação de frio. De acordo com as minhas medições, já se pode ver que pelo menos a resistência de contato deve estar errada, porque eu tinha temperaturas de superfície iguais à temperatura ambiente ou até mais altas! Isso não pode ser entendido com o método de cálculo normal, e se eu não tivesse medido pessoalmente, eu assumiria que se trata de um erro de medição ".

O Sr. Jean-Paul Drauth entregou em abril de 2008 as medições da sua moradia, que fica 60 km a sul do Porto. Em 26 de março de 2008, ele pintou o teto e em 30 de março de 2008, as paredes foram revestidas com o ThermoShield interior. A construção da parede é a seguinte: estrutura de betão armado com tijolos de argila oca queimada. Construção de dentro para fora: gesso 1 cm / tijolo oco de barro com grandes câmaras, 30 cm / gesso externo 1 cm / adesivo 1 cm / tiras de argila 2 cm.

O método de medição é descrito pelo Sr. Drauth da seguinte forma: "Nos vários pontos eu procurei por um valor médio (não o mais alto / nem o mais baixo) para obter uma medição significativa. Seguidamente usei este ponto exato para as diferentes medições. Onde anteriormente as medições variavam fortemente quando nos distanciavamos do ponto de medição específico; passou agora a existir valores muito semelhantes! Atualmente, é possível a pessoa desviar-se mais de meio metro do ponto de medição sem alterar sequer um décimo de grau no visor!"

A série de medições prova novamente: o ThermoShield eleva as temperaturas da superfície, e ao mesmo tempo produz uma homogeneização - a temperatura sentida aumenta. Além disso, a humidade do ambiente é regulada e a parede é desumidificada.

"Eu sou mestre em engenharia de aquecimento e não tenho nenhum problema em calcular um valor U. Porém, a inércia da massa não é considerada em parte alguma, de modo que com o clima local e da maneira como se constroi por cá, pode acontecer com mais frequência que, por exemplo a 17 ° C ou com temperaturas externa mais altas, com um nível de humidade muito elevado, as pessoas sintam frio. Isto acontece, porque o controle da temperatura externa desliga o circuito de aquecimento. "No caso de Portugal, pensa-se mais na praia, no sol e em muito calor - mas também em Portugal ou na Espanha há invernos frios, dependendo da região.”

"Eu tenho um terraço envidraçado de três lados (jardim de inverno) onde apliquei ThermoShield no teto em 13 de março de 2008. Eu tenho constantemente no mínimo 3 graus a mais do que no exterior. Não importa o clima, quase sempre a porta de correr está aberta por causa dos animais de estimação e temos uma sensação de bem-estar como nunca; em contrapartida, todos os nossos vizinhos têm a lareira acesa! "

Downloads:

Referências

 

Certificados e Prémios