Voltar para indice

Referencias

Blocos de apartamentos em Perleberg


Estudos científicos de 2001 e 2006 comprovam a eficácia energética do ThermoShield Exterieur e fornecem a base para os valores de cálculo do ThermoShield.
 

 

Sobre os dois Blocos de apartamentos em Karstädt e Perleberg foi publicado em 2002 na editora Hammonia o livro "O novo regulamento de poupança de energia tendo em conta o imóvel existente". Aqui foi descoberto que o revestimento funciona na prática. 2 exemplos práticos com dados e factos são apresentados. O autor relata as suas próprias investigações sobre os blocos de apartamentos com revestimento ThermoShield exterieur em Perleberg (Brandenburg), que comprovam uma redução de 20% nas necessidades energéticas para aquecimento.

Em comunicado de imprensa de abril de 2004 ficou registado: "Wolfgang Gelleszun, membro do conselho da associação de habitação Perleberg, resumiu a experiência até agora de seguinte modo:" Os nossos inquilinos conseguiram economizar significativamente nos custos de aquecimento. Além disso, quase não temos problemas com fungos, porque a humidade nos quartos é transportada de dentro para fora. Como o revestimento protege a fachada da sujidade e das influências ambientais, as casas ainda parecem recém-reformadas mesmo após cinco anos. Em suma, o ThermoShield faz jus à sua promessa".

A empresa de pinturas Krause de Bremen reveste desde 1998 os blocos de apartamentos da cooperativa de habitação Perleberg com ThermoShield. Em maio de 2008, já havia mais de 25 Blocos de apartamentos. O mestre pintor Hans-Joachim Krause já apontava para outra vantagem: "Uma renovação convencional de blocos de apartamentos leva cerca de seis meses. Utilizando o produto Thermoshield necessita-se apenas de seis semanas para recondicionar e o custo é aproximadamente metade."

Em novembro de 2009, representantes da empresa sueca ThermoGaia SA visitaram o WBG Perleberg para obter relatórios em primeira mão sobre os resultados dos revestimentos de fachada com o ThermoShield. Naquela época, a WBG já tinha 28 Blocos de apartamentos (totalizando cerca de 1.100 unidades) revestidos com ThermoShield, isto é, de 1998 a 2009. A economia de energia foi de 14 a 24%, o que corresponde a uma redução nas perdas de calor nas paredes externas na ordem de 30 a 40%. Para esse fim, foi realizado um registo de consumo contínuo para fazer a comparação com os dados de referência do período de 2000 a 2006.

As avaliações referentes aos Blocos de apartamentos do WBG Perleberg forneceram por um lado provas da eficácia energética do ThermoShield Exterior, por outro uma base empírica para os valores de cálculo do ThermoShield.

Perleberg é a capital do distrito de Prignitz no nordeste de Brandemburgo. Com cerca de 12.000 habitantes, é a segunda maior cidade do distrito depois de Wittenberge. Sob a direção do Prof. Dr.-Ing. M. Sohn, FHTW Berlin, foi elaborado em 06.08.2001 um parecer em nome da associação de habitação Perleberg, que foi quem forneceu dados abrangentes para esse propósito. A SICC GmbH foi fundada em 2003.

O pano de fundo deste relatório era o desejo do WBG de validar cientificamente os resultados. A Cooperativa de Habitação estava interessada na investigação, porque aplicara o ThermoShield para revestimento de paredes exteriores em vários Blocos de apartamentos, e queria certificar-se de que existia realmente um efeito redutor do consumo de energia. Como resultado deste processo, as dúvidas poderiam ser dissipadas.

No total foram incluidos cinco objetos nas investigações, dois objetos na localização de Perleberg e três na localização de Karstädt. Para todos os cinco objetos, já se podia verificar o efeito de economia energética obtido através do ThermoShield, com base nos valores de consumo medidos. Quando se considera cinco objetos grandes, está-se a fornecer uma segurança estatistica suficiente para confirmar inequivocamente a influência do revestimento ThermoShield,

Outra análise de consumo energético foi realizada em 2006 pelo Prof. Sohn. Este referiu-se exemplificativamente ao bloco de apartamentos em Dobberziner Str. 22-27. Trata-se de um edifício de 5 andares construído em 1977, com 86,60m de comprimento e 10,15 m de largura. 3.602 m² de área útil estão disponíveis para 60 apartamentos. No chamado tipo de bloco 1.1 Mp, os elementos de parede longitudinais externos foram feitos numa camada de concreto agregado leve ou concreto aerado, desde 1977 na espessura de parede 30 cm na fábrica de Parchim.

Este estudo foi encomendado pela SICC GmbH. Não foi tanto uma questão de provar o efeito do ThermoShield, mas sim de fazer uma primeira tentativa de incluir o efeito do ThermoShield nos cálculos do balanço de energia dos edifícios usando os procedimentos da DIN 4108 Parte 6, e fazer uma avaliação objetiva e específica do local. DIN EN 832 e DIN 4108 Parte 6.

Para além da extensão do período de avaliação do período original de 1994 a 2000 para o período de 2001 a 2006. Para além da confirmação repetida do efeito de economia energética do ThermoShield, uma outra conclusão importante foi que "A aplicação dos fatores ThermoShield na avaliação de requisitos de energia para edifícios residenciais (...) mostraram uma correspondência muito boa entre os valores de necessidade calculados em comparação com os valores energéticos realmente faturados pelo consumo de energia."

Downloads:

Referências

 

Certificados e Prémios